Inscreva-se nas Oficinas da MOSCA 10!

Acabamos de lançar a programação de oficinas da 10ª MOSCA!

oficinas_04

Além de ter atividades para todas as idades, os interessados poderão participar de mais de uma! Nada como ter 10 dias à nossa disposição 😉

Para saber mais detalhes de cada uma e fazer a inscrição, acesse www.mostramosca.com.br/oficinas-mosca10

Todas as inscrições são gratuitas!

Anúncios

OFICINAS DA MOSCA 9

INSCREVA-SE PARA PARTICIPAR DAS OFICINAS DA MOSCA 9! 

Este ano teremos INTERPRETAÇÃO; Realização Audiovisual na oficina LUGARES DE MEMÓRIA; comunicação e produção em EU COM O MUNDO: MÍDIAS DIGITAIS E EMPODERAMENTO SOCIAL; e para crianças (de 7 a 70 anos) ANIMAÇÃO PIXILATION, um novo módulo pra quem já fez stop motion no ano passado, ou pra quem quer começar a animar.

As inscrições são gratuitas! Mas as vagas são limitadas.

COMO SE INSCREVER: Você pode fazer a inscrição pessoalmente no Espaço Cultural Sinhá Prado (Av. Virgílio de Melo Franco, 481 – Cambuquira) ou por email.

1. No Espaço Cultural em algum desses horários de atendimento: (sex, 26/9) das 14h00 às 17h00 / (sáb, 27/9) das 11h00 às 14h00  / (seg, 29/9) das 11h00 às 14h00 | 1500h às 17h00

2. Pelo email: espacoculturalsinhaprado@gmail.com Envie-nos um email com o título da oficina no assunto do email e seus dados completos: nome completo, idade, telefone, endereço completo.

As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de inscrição. Portanto, não perca tempo! Serão considerados emails recebidos apenas partir sexta, 26/9 às 14h00. Todas as oficinas são gratuitas.

INTERPRETAÇÃO

Ministrada por Diogo Mattos

Aulas práticas que visam estimular a imaginação, sensibilização e percepção quanto a si mesmo e as arte de atuar. Contará com gravação de cenas para um falso documentário (Mockumentary).

Idade Mínima: 14 anos  |  Número de vagas: 30  |  Local: Salão do Cassino  |  Carga horária: 9 horas

Horários:

Quinta, 09/10: 14h às 17h

Sexta, 10/10: 14h às 17h

Sábado, 11/10: 10h às 13h

Diogo Mattos é graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos. Ator formado pelo Studio Beto Silveira já acompanha as atividades da escola há 10 anos onde ministra aulas para Oficina Infantil e o Curso Profissionalizante. Dirigiu curtas metragens (Meu Amigo Girassol, Liberdade Futebol Clube), peças de teatro (Lucas e o Grande Teatrologista, Ploc – A borboleta mais linda que já vi, Quando (H)ouve, Bang Bang Você Morreu). Preparou o elenco infantil do filme “Os Amigos” de Lina Chamie (2014).

LUGARES DE MEMÓRIA

Ministrada por André Bomfim e Tereza Ruiz

Oficina teórica e prática de realização audiovisual a partir de memórias e histórias pessoais relacionadas a um lugar. Os alunos terão a oportunidade de conhecer filmes e vídeos com viés autobiográfico e realizarão um curta-metragem passando pelas seguintes etapas: argumento, roteiro, planejamento e gravação. Todos os participantes devem trazer um objeto pessoal de livre escolha e fotografias de pessoas e lugares com os quais tenham uma ligação afetiva. Sugerimos que aqueles que possuam celulares e câmeras digitais tragam seus aparelhos.

Idade Mínima: 15 anos  |  Número de vagas: 15  |  Local: Espaço Cultural Sinhá Prado  |  Carga horária: 20 horas

Horários:

Quinta, 09/10: 9h30 às 12h30 e 14h às 18h

Sexta, 10/10: 9h30 às 12h30 e 14h às 18h

Sábado, 11/10: 9h30 às 12h30 e 14h às 17h

André Bomfim é formado em Audiovisual pela Universidade de São Paulo. Dirigiu o documentário em média-metragem “As Incríveis histórias de um navio fantasma” para o canal ESPN e o programa “O Papel da Vida” para o Canal Brasil. Montou o curta-metragem de ficção “Os Irmãos Mai” de Thais Fujinaga e o longa-metragem documental “Consideração do Poema” de Gustavo Rosa de Moura, Eucanaã Ferraz e Flávio Moura. É sócio da Mira Filmes, onde trabalha como diretor e montador.

Tereza Ruiz é formada em Audiovisual e Letras pela Universidade de São Paulo. Trabalhou como produtora em programas televisivos da TVCultura e em produções cinematográficas de curta-metragem, e como pesquisadora nos documentários “Em Trânsito” de Henri Gervaiseau e “O Bom Retiro é o mundo” de André Klotzel. Foi proponente e professora em oficinas de produção audiovisual na Escola de Aplicação da USP e no Circo Escola São Remo. Atua como pesquisadora e educadora em projetos de memória e história de vida do Museu da Pessoa.

EU COM O MUNDO: MÍDIAS DIGITAIS E EMPODERAMENTO SOCIAL

Ministrada por Alexandre Félix e Pâmella Albuquerque

Oficina prática e teórica sobre atuação social a partir de mídias digitais. A oficina mostra aos participantes como é possível colaborar com a valorização e comunicação da sua cidade produzindo um documentário utilizando apenas um celular e um programa de edição gratuito.

Os participantes irão produzir um documentário utilizando um celular e um programa de edição livre. Serão expostos exemplos de filmes produzidos através de celulares, e alguns movimentos sociais no Brasil e no mundo que tiverem a participação direta do uso de vídeos feitos a partir de um celular. A oficina mostra aos participantes como usar as novas mídias para colaborar com a valorização e comunicação da sua cidade. O foco da oficina está no processo de produção do documentário e sua capacidade de interação entre pessoas e iniciativas sociais.

Idade Mínima: 15 anos  |  Número de vagas: 10  |  Local: Espaço Cultural Sinhá Prado  |  Carga horária: 18 horas

Horários:

Quinta, 09/10: 9h às 12h e 14h às 18h

Sexta, 10/10: 9h às 12h e 14h às 18h

Sábado, 11/10: 9h às 13h

Alexandre Félix é formado em Comunicação Social, Faculdade Estácio de Juiz de Fora – 2010. Diretor/Produtor Audiovisual na Escadas Produções. Diretor dos curtas “Na Companhia de Caronte”, “Em uma tarde de Abril em Cambuquira”, “Chão e Fé” e “Escadaria”, todos premiados em edições anteriores da MOSCA.

Pâmella Albuquerque é pós-graduada em Comunicação Social pela UFJF. Ministra oficinas com os temas mídias digitais e cultura colaborativa.

OFICINA DE ANIMAÇÃO | PIXILATION

Ministrada por Michel Geraissate e Natalia Vaz

Oficina prática de introdução ao Pixilation (técnica de animação quadro a quadro) para crianças e adolescentes. Através de fotografias, os participantes criarão histórias animadas, onde eles mesmos serão os protagonistas de seus filmes.

Várias turmas de até 10 participantes cada  |  Idade mínima: 7 anos  |  Local: Espaço Cultural Sinhá Prado  |  Carga horária: 2h

Horários:

Sexta, 10/10 – TURMA1: 10h às 12h  |  TURMA 2: 14h às 16h  | TURMA 3: 16h às 18h

Sábado, 11/10 – TURMA 4: 10h às 12h  |  TURMA 5: 14h às 16h  |  TURMA 6: 16h às 18h

Michel Geraissate é formado em Comunicação Social e estudante de Letras, mescla o trabalho de redator e roteirista nos canais FOX com oficinas de animação ministradas em escolas, unidades do Sesc-SP e espaços que atendem crianças e adolescentes.

Natalia Vaz é cenógrafa, bonequeira, diretora de arte e animadora, tendo realizado trabalhos para peças de teatro, cinema, televisão, vídeos para a internet e campanhas publicitárias (portfolio).

Estamos te esperando!

A MOSCA 8 e suas itinerâncias

Já estamos de malas prontas para levar uma parte da programação de curtas da MOSCA 8 para outras cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais. Mas antes de começarmos as itinerâncias, ainda há tempo para relembrarmos de alguns bons momentos da MOSCA 8.

Veja aqui a lista dos curtas premiados pelo júri popular.

Acesse aqui as fotos (tiradas pela galera da RUA | Revista Universitária Audiovisual)

Assista aos curtas produzidos durante as oficinas:

REALIZAÇÃO AUDIOVISUAL: A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA

INTERCÂMBIO EM VIDEODANÇA PORTUGAL-BRASIL

Minha Vida Daria um Filme

Se Perder no Movimento | Minha Paisagem de Cinema

ESTAÇÃO ANIMAÇÃO

Nossa próxima parada será em Américo Brasiliense de 28 a 31 de agosto, e a programação já está em nosso site. Veja! Jundiaí, Itupeva e Lima Duarte serão os próximos destinos.

Continue acompanhando as novidades em nosso site e página do facebook.

Até breve!

9387495381_48e35f0e42_h

Oficinas MOSCA 8

Estamos a poucos dias da 8ª edição da MOSCA e apresentamos as oficinas deste ano. Como sempre, elas acontecem durante a mostra, entre 10 a 14 de julho de 2013, e as inscrições são gratuitas.

Como fazer sua inscrição?

Faça sua inscrição entre 2 e 6 de julho (das 14h às 17h) no Espaço Cultural Sinhá Prado (Av. Virgílio de Melo Franco, 481 – Cambuquira). Ou envie um email para info@mostramosca.com.br, com os seguintes dados: nome completo, idade, telefone, endereço completo e o título da oficina no assunto do email.

As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de inscrição. Portanto, não perca tempo! Serão considerados emails recebidos apenas partir de terça, 2 de julho. Todas as oficinas são gratuitas.

Temas das oficinas: Realização Audiovisual – A Revolução não Será Televisionada, Intercâmbio em Videodança Portugal – Brasil e Estação Animação, além da roda de conversa Audiovisual e Educação: Propostas Pedagógicas em Espaços Educativos. 

REALIZAÇÃO AUDIOVISUAL: A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA

Oficina teórica e prática sobre como o audiovisual pode influenciar na narrativa de grandes eventos da história, usando como exemplo as revoluções internacionais e os recentes levantes populares no Brasil. Os alunos irão participar de todos os processos de produção e realização de um documentário de curta metragem sobre o tema proposto.

Local: Sala no subsolo do Cine Elite
Carga horária: 16 horas
Idade mínima: 15 anos
Número de vagas: 20

Horários:

Quinta-feira, 11/7 | 10h às 12h30 e 14h às 18.
Sexta-feira, 12/7 | 10h às 12h30 e 14h às 18.
Sábado, 13/7 | 10h às 13h00.

Ministrada por Felipe Carrelli. Formou-se Bacharel em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em 2010. Dirigiu os documentário Temporão (2011), Cercado (2010), Copa em Reflexo (2010) e Janela do Madeira (2009), além do curta-metragem de ficção Aurhora (2009). Desde 2011 trabalha em São Paulo na produtora Filmes para Bailar, onde atua como montador. Participou da montagem do longa documentário Histórias de um Juruá e participou da edição do longa metragem de ficção Delírios de Um Cinemaníaco.

INTERCÂMBIO EM VIDEODANÇA PORTUGAL – BRASIL

Em maio de 2013, a bailarina Moema Guimarães foi às cidades de Aveiro, Lamego e Leiria (Portugal) para participar do II Encontro de Dança Alternativa de Aveiro. Lá, coordenou grupos de videodança com as mesmas proposições de suas oficinas nas edições da MOSCA 6 e 7. Foram construídos diálogos de dança contemporânea sobre o estudo do movimento, representação do audiovisual na vida cotidiana e relações afetivas entre as pessoas e ambiente. Estes temas serão retomados em 3 mini oficinas, ampliando o encontro e mantendo novos diálogos artísticos entre as cidades.

1ª | Aveiro-Cambuquira: Se perder no movimento

Produção de Videodança

Idade mínima: 12 anos
Local: Salão do antigo cassino
Carga horária: 9 horas
Número de vagas: 15
*Pré requisito: ter estudado qualquer tipo de dança; dança de rua, balé, dança contemporânea, jazz, dança de salão, dança do ventre, etc.

Seguir a dinâmica do dançarino até se deixar perder em outras trajetórias de movimento presente nele e em todos os corpos humanos. Este argumento foi criado pelos alunos da oficina de videodança em Aveiro, e na MOSCA 8 terá sua própria leitura e realização pelos participantes da oficina em Cambuquira. Serão compostas sequências de movimento, portanto é preciso ter noções básicas de dança.

Horários:
Quarta-feira, 10/7 | 9h30 – 12h30 | 14h30 – 17h30 / Quinta-feira, 11/7 | 9h30 – 12h30

2ª | Lamego-Cambuquira: Minha vida daria um filme

Produção de Documentário

Idade mínima: 16 anos
Local: Salão do antigo cassino
Carga horária: 4 horas
Número de vagas: 15

Projeto do professor de dança da cidade de Lamego e Aveiro, André Marques (Dancenter), que vem sendo realizado desde 2012 com alunos de 5 anos à melhor idade. São vídeo-depoimentos sobre a influência do cinema na vida das pessoas, e ainda sobre os fatos da vida que cada um acredita que poderia “dar um filme”. Iremos repetir a mesma proposta e esperar pela resposta da MOSCA 8.

Horários:
Quinta-feira, 11/7 | 14h – 16h / Sexta-feira, 12/7 | 14h – 16h

3ª | Leiria/Lisboa-Cambuquira: Minha paisagem de cinema

Produção de Documentário

Idade mínima: 16 anos
Local: Salão do antigo cassino
Carga horária: 4 horas
Número de vagas: 15

A lisboeta Joana Borges e o Grupo Jovem de Leiria dirigido pelo brasileiro Álvaro Ribeiro estão estudando as relações entre o ambiente geográfico e as construções sociais. A oficina propõe repetir o estudo da presença do cinema no imaginário (Lamego-Cambuquira / Minha vida daria um filme) mas ao invés de partir de histórias pessoais, procurar por espaços afetivos, por paisagens significativas, locais “de cinema”.

Horários:
Quinta-feira, 11/7 | 16h30 – 18h30 / Sexta-feira, 12/7 | 16h30 – 18h30

Ministrada por Maria Moema Guimarães. Graduada em Pedagogia, além de atuar como Bailarina e Professora. Diretora do Estúdio Moema de Américo Brasiliense/SP.

ESTAÇÃO ANIMAÇÃO

DSC01634

Um espaço reservado para a produção de animações usando a técnica do stop motion, uma das formas mais simples de movimentar o que a imaginação permitir. Os participantes terão um tempo para decidir o roteiro de suas histórias, criar personagens e os cenários. Depois, na segunda parte, começam a animação de fato, quadro a quadro, foto a foto. Quando terminarem, os mini animadores poderão ver seus filmes em movimento no computador.

Local: Coreto e laboratórios
Carga horária: 33 horas (1h30 por turma)
Idade mínima: 9 anos
Número de vagas: 33 (3 por turma)

Horários:

Quinta-feira, 11/07

1ª turma: 10:30 ~ 12:00
2ª turma: 14:00 ~ 15:30
3ª turma: 15:00 ~ 16:30
4ª turma: 16:00 ~ 17:30

Sexta-feira, 12/07

5ª turma: 09:30 ~ 11:00
6ª turma: 10:30 ~ 12:00
7ª turma: 14:00 ~ 15:30
8ª turma: 15:00 ~ 16:30

Sábado, 13/07

9ª turma: 09:30 ~ 11:00
10ª turma: 10:30 ~ 12:00
11ª turma: 14:00 ~ 15:30

Ministrada por Michel Geraissate e Natalia Vaz. Michel Geraissate é redator e roteirista, coordenador de comunicação da MOSCA desde 2012 e monitor da primeira realização da Estação Animação, que aconteceu durante as itinerâncias da MOSCA 7 nas cidades de Américo Brasiliense e Jundiaí. Natalia Vaz é cenógrafa, bonequeira, diretora de arte e animadora, tendo realizado trabalhos para peças de teatro, cinema, televisão, vídeos para a internet e campanhas publicitárias (http://www.flickr.com/photos/natalia_vaz/sets).

RODA DE CONVERSA | AUDIOVISUAL E EDUCAÇÃO: PROPOSTAS PEDAGÓGICAS  EM ESPAÇOS EDUCATIVOS

Um espaço para trocas de experiências, tendo como tema principal a utilização do audiovisual como proposta pedagógica em diversos espaços educativos, incluindo a escola, mas não se restringindo à ela. Um dos objetivos da roda de conversa é apontar que o audiovisual pode ser mais que uma simples ferramenta educativa, a ponto de poder ser incluído em pedagogias que valorizem o trabalho coletivo apoiado na criatividade e na criticidade.

Local: sala de exibição
Número de vagas: 50
Público Alvo: Educadores e interessados em geral

Horário: Sexta-feira, 12/7, das 11h00 às 13h00

Proposta, orientação e mediação de Djlama Ribeiro Junior. Doutorando em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), mestre em Educação e bacharel em Imagem e Som pela mesma universidade. Atua como Técnico de Laboratório Audiovisual do Departamento de Artes e Comunicação da UFSCar. É sócio da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) e da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). Coordenador do Grupo de Estudos e Extensão em Comunicação e Educação Popular (GECEPop). Tem experiência na área de Comunicação, Educação e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: educação popular, comunicação popular, educomunicação, gestão cultural e produção audiovisual. http://audiovisualeducacao.blogspot.com

[22 e 23/11] MOSCA em Lima Duarte-MG

Após passar por Américo Brasiliense e Jundiaí no interior de São Paulo, e Lambari, no circuito das águas mineiro, a 7ª Mostra Audiovisual de Cambuquira chegará à Lima Duarte no próximo dia 22.  É a primeira vez que a mostra exibe sua programação na região da Zona da Mata, em parceria com o Instituto Candeia de Cidadania.

A programação da MOSCA 7 em Lima Duarte exibirá curtas-metragens da Mostra BrasilMostra Internacional e terá ainda a Mostra Oficinas, que exibirá os curtas realizados nas oficinas da MOSCA em julho deste ano, e também trabalhos realizados em oficinas realizadas na cidade pelo Instituto Candeia.

Além das sessões na Associação Atlética de Lima Duarte, a MOSCA 7 exibirá também os curtas nas escolas da cidade.

Toda a programação é gratuita!

Programação MOSCA itinerante em Lima Duarte [baixe aqui]

Oficinas MOSCA 7

No próximo sábado, 7 de julho serão abertas as inscrições para as Oficinas da MOSCA 7!
As oficinas acontecem no período da mostra, entre 11 e 15 de julho. As inscrições são gratuitas, escolha a sua e participe!

MEMÓRIA NA TELA

O objetivo da oficina é formar pessoas para o registro de memória oral nas comunidades onde atuam, difundindo conceitos que envolvem tradição, modernidade, memória e oralidade e fomentando a criação de uma rede de agentes de memória para pensar e executar projetos. A oficina mescla teoria e prática, por meio da elaboração de um projeto de memória e sua execução em regime de mutirão, conforme experiências do Museu da Oralidade.

Ministrada por: Paulo Morais (módulo teórico). Jornalista formado pela PUC Minas com especialização em Cinema pela mesma instituição. Fundador da Viraminas Associação Cultural e do Ponto de Cultura Museu da Oralidade, em Três Corações. Dedica-se atualmente à pesquisa de história oral no interior de Minas Gerais usando tecnologias digitais e software livre. É autor do livro infanto-juvenil O Reinado de Bené e editor da revista trimestral Ora!.

Andressa Gonçalves (módulo teórico). Produtora e gestora cultural da Viraminas Associação Cultural, em Três Corações, e coordenadora pedagógica do Ponto de Cultura Museu da Oralidade. Atua na pesquisa e produção executiva de documentários com a temática da oralidade, entre eles o documentário “≠”, selecionado para a MOSCA 7. É autora dos livros Memórias Iluminadas, Memória da Educação Tricordiana e O Reinado de Bené.

Felipe Carrelli (módulo prático). Formou-se Bacharel em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em 2010. Dirigiu os documentário Temporão (2011), Cercado (2010) Copa em Reflexo (2010) e Janela do Madeira (2009), além do curta-metragem de ficção Aurhora (2009). Desde 2011 trabalha em São Paulo na produtora Filmes para Bailar, onde atua como montador. Participou da montagem do longa documentário Histórias de um Juruá. Atualmente participa da edição do longa metragem de ficção Delirios de Um Cinemaniaco.

Quinta-feira, 12/07 – 10h às 12h  e 14h às 16h – teórico
Sexta-feira, 13/07 – 10h às 12h – prático  |   14h – 18h – prático
Sábado, 14/07 – 10h às 12h – prático

CARGA HORÁRIA:  12 horas |  IDADE MÍNIMA: 14 anos  |  VAGAS: 15

 

REALIZAÇÃO AUDIOVISUAL: DO QUADRO AOS QUADROS

A proposta visa articular as expressões artísticas que tem como suporte a imagem: fotografia, artes plásticas, audiovisual, desenho, etc. Partindo de uma imagem estática escolhida pelos participantes da oficina, trabalharemos todo o processo de realização audiovisual: do roteiro até a exibição. O objetivo é estimular a criatividade e a capacidade de expressão em imagens e sons, além de contribuir para ampliar a criticidade do olhar nas leituras imagéticas. Ao final da oficina, teremos um produto audiovisual realizado com a colaboração dos participantes e que será exibido na sessão de encerramento da MOSCA 7.

Ministrada por:

Djalma Ribeiro Junior. Doutorando em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), mestre em Educação e bacharel em Imagem e Som pela mesma universidade. Atua como Técnico de Laboratório Audiovisual do Departamento de Artes e Comunicação da UFSCar. É sócio da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) e da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). Coordenador do Grupo de Estudos e Extensão em Comunicação e Educação Popular (GECEPop). Tem experiência na área de Comunicação, Educação e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: educação popular, comunicação popular, educomunicação, gestão cultural e produção audiovisual. http://audiovisualeducacao.blogspot.com

Quinta-feira, 12/7 – 14h às 18h | Sexta-feira, 13/7 – 9h às 12h e 14h às 18h | Sábado, 14/7 – 9h às 12h

CARGA HORÁRIA: 15 horas |  IDADE MINÍMA: 12 anos  |  VAGAS: 15

 

 

LIGHTPAINT EM AÇÃO

Introdução ao lightpaint no cinema de animação. A técnica “lightpaint” permite, em um ambiente escuro, a pintura da cena ou a criação de desenhos a partir de uma fonte de luz portátil, como uma lanterna. É a animação da própria luz. O resultado é uma iluminação improvável do cenário e desenhos que interagem com as personagens.

Ministrada por:

Marcos Camargo. Fotógrafo e apaixonado por cinema de animação. Dessa paixão, e por sua relação com o cinema como fotógrafo still em mais de 20 longas-metragens, nasceu seu primeiro filme, CODA, resultado das técnicas de lightpaint com animação.

Quinta-feira, 12/7 –  14h às 19h | Sexta-feira, 137/7 – 14h às 19h | Sábado, 14//7 – 10h às 14h

CARGA HORÁRIA: 14 horas  |  IDADE MÍNIMA: 15 anos  |  VAGAS: 15

  

OFICINA DE PALHAÇO

O workshop é uma introdução ao universo do Palhaço. Através de trabalhos corporais, jogos, exercícios e improvisações, o aluno entra em contato com o estado poético do palhaço, e o olhar que esse ser trás para a vida dentro da beleza do ridículo humano.

Ministrada por:

Paulo Candusso. Seu primeiro contato com o nariz foi um divisor de águas; depois que começou, não parou mais e ama o que faz. Na linguagem do palhaço, Paulo Candusso se trabalhou com Bete Dorgam, Mauricio Paoli e Alex Ratton, Lana Sultani, Francesco Zigrino, Cristiane Paoli Quito, Leris Colombaioni e Ésio Magalhães. Trabalha em hospitais de São Paulo e cidades vizinhas; faz parte do grupo Olaria GB cia de humor, cia Desajuste e cia Pequeno Circo Lúdico. Continua se trabalhando e não quer parar de se trabalhar…

Quinta, 12/7 e Sexta-Feira, 13/7 – 10h00 à 12h30  / 14h00 à 16h30

CARGA HORÁRIA: 10 horas  |  IDADE MÍNIMA: 16 anos  |  VAGAS: 20

 

 

ESSA DANÇA VAI PASSAR NO CINEMA!

Você já sonhou em ser o par de Gene Kelly ou da Cyd Charisse?
Quis dançar como Fred Astaire? Jonh Travolta? Michael Jackson? Jennifer Lopez?  Alguma vez se imaginou dançando num salão de baile? Nas montanhas? Nas quadras de basquete? Na discoteca? Na porta da escola? No meio da rua? Em cima de um carro? Num concurso? No quarto? Na lanchonete? No ponto de ônibus?

Morre de vontade de mostrar seus passinhos para as câmeras?
Já sonhou em ver sua dança exibida na tela do cinema?
Pare de imaginar! E mostre sua dança de cinema para a MOSCA!

Ministrada por:

Maria Moema Guimarães. Graduada em Pedagogia, Bailarina e Professora. Diretora do Estúdio Moema de Dança de Américo Brasiliense/SP.

Ensaios e gravações:

Quarta-feira, 11/07 | Quinta-feira, 12/07 | Sexta-feira, 13/07  – 11h às 13h

Não é necessário fazer inscrição antecipada.  |  Para todas as idades.

 

E PARA AS CRIANÇAS

Clubinho da MOSCA após as sessões infantis: desenho, pintura, oficina de palitos de sorvete e pipoca!

Não é necessário fazer inscrição antecipada.

COMO SE INSCREVER

Faça sua inscrição a partir de sábado, 7/7 (10h30 – 17h00) no Espaço Cultural Sinhá Prado

Ou envie um email para espacoculturalsinhaprado@gmail.com, com os dados: nome completo, idade, telefone, endereço completo e com o título da oficina no assunto do email.

As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de inscrição. Portanto, não perca tempo!

Serão considerados emails recebidos apenas partir de sábado, 7 de julho. Todas as oficinas são gratuitas.

Apoie a MOSCA 7 pelo Catarse!

*

*

*

*

*

*

A 7ª MOSCA vai acontecer entre 11 e 15 de julho em Cambuquira. Além das sessões e debates, todo ano tentamos promover boas oficinas e um clubinho cada vez mais atrativo para as crianças!

Como toda a programação é oferecida gratuitamente, pedimos o apoio de nossos amigos, participantes e espectadores para a produção das oficinas e das itinerâncias.

O Catarse é uma plataforma de financiamento colaborativo, através do qual é possível apoiar um projeto cultural de seu interesse. O sistema é fácil e seguro. E se não atingirmos a meta, o dinheiro é devolvido aos doadores.

Se você já esteve na mostra ou pretende nos visitar este ano, apoie com qualquer quantia lá no site do Catarse e torne-se um parceiro da MOSCA!

Assista o vídeo e entenda como funciona.

 

Todos são convidados e todos podem apoiar!

Muito obrigada e um abraço de toda equipe MOSCA.